Rua do Saco

Outubro 26 2010

Há dias, um amigo meu, dos bons que felizmente tenho, manifestava-me a sua estranheza pelo meu silêncio.

 

Dizia-me que, de há uns tempos para cá, nada via de novo nas suas visitas ao “rua do saco”.

 

Expliquei-lhe que, nos últimos tempos, as minhas reflexões têm sempre uma carga política muito forte, e eu não quero que quem me leia veja no que lê alguma conotação partidária.

 

O meu amigo conhece-me e eu sei que me compreendeu. Mas outras pessoas que me leiam, e que não me conhecem tão bem, merecem um melhor esclarecimento.

 

Tenho as minhas ideias.

 

Sempre tive e nunca as escondi. Não tive medo de as manifestar, quando outros tiveram.

 

Sem por isso ser herói.

 

Felizmente, sei pensar pela minha cabeça. Não tenho nenhuma filiação, nem me submeto a qualquer fidelidade ou disciplina partidária.

 

O meu partido é verde e encarnado, ou azul e branco, ou tem como símbolos os das bandeiras que, ao longo de oito séculos guiaram a Pátria que não escolhi mas que é a minha, e que eu amo.

 

Sou um cidadão, felizmente livre. Como disse, sei pensar pela minha cabeça.

 

O meu voto é sempre, segundo o meu julgamento, útil.

publicado por jpargana às 21:31

Este blog é uma colectânea de reflexões do autor sobre temas de interesse geral e da sociedade e ambiente que o rodeiam.
mais sobre mim
Outubro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
27
29
30

31


links
pesquisar
 
blogs SAPO