Rua do Saco

Junho 08 2012

Não sei se a Selecção de Portugal vai perder com a Alemanha, a Holanda e a Dinamarca e se vai ser eliminado na fase de grupos.

 

Não sei, embora tenha uma idéia do que se vai passar.

 

Mas o que não entendo é o coro de indignação que se levantou contra as declarações do Manuel José.

 

 

 

Até parece que o Manuel José vai ser o culpado de tudo o que a Selecção fizer de mau.

 

Entendamo-nos!

 

Mais uma vez, alguém tem que gritar que o Rei vai nu!

 

Um pouco de bom senso faz sempre bem!

 

Subscrevo totalmente, com apreço e respeito pela sua frontalidade, as palavras do experiente treinador.

 

A verdade, muitas vezes, é incómoda!

 

Não poderia estar mais de acordo!

 

Na altura em que o Real Madrid comprou o Cristiano Ronaldo ao Manchester United, comentei, junto de alguns amigos que consideravam exagerada e indecorosa a verba envolvida, que até podia ser que o preço poderia ter sido baixo. Hoje, provávelmente, até poder haver muito boa gente que ache que foi uma pechincha para o Real Madrid.

 

Não tenho nada contra o que ganham os grandes craques do futebol.

 

Que gastem o seu dinheiro em Lamborghinis, Maseratis ou Gormitis.

 

Que lhes façam muito bom proveito. Não tenho nada com isso!

 

Não sinto, sinceramente, a menor inveja.

 

Mas acho justa e adequada a designação de circo que o Manuel José utilizou.

 

Assenta, como uma luva, ao espectáculo que se montou à volta da Selecção.

 

Também me parece não ser a forma de preparar uma prova como a que vai começar.

 

Não augura nada de bom. Oxalá esteja errado!

 

Mas receio muito que, no regresso, o circo seja diferente, e que seja necessária uma porta das traseiras para os craques saírem. Não gostaria de os ver sair pela porta dos traseiros!|

 

Oxalá me engane!

 

Também acho que, num país à beira da bancarrota, em que o número de pessoas que passam fome aumenta todos os dias, num país sem esperança e sem futuro, em que o drama das dificuldades das famílias atinge dimensões de desespero, o espectáculo do desfile de Lamborghinis e Maseratis  dos craques à chegada à concentração é, no mínimo, indecoroso.

 

È uma afronta aos milhares de desempregados que lutam desesperadamente pela sobrevivência.

 

Aos que, por faltam de alternativas, procuram na emigração essa mesma sobrevivência.

 

È uma questão de decoro. De recato. Em seu lugar, de desprezo pelos outros.

 

E é principalmente uma questão de respeito. Aliás, de falta dele.

 

Como o é também que ninguém tenha ensinado ao capitão da equipa a forma correcta de se dirigir ao Chefe do Estado.

 

Há mínimos.

 

O capitão de equipa pode ser o melhor jogador do mundo, pode ganhar muito dinheiro e ser muito rico, mas não tem estatuto (ninguém aliás o tem) para tratar o Chefe do Estado, numa cerimónia formal por “você”!

 

Independentemente de se gostar ou não da pessoa que ocupa tal cargo.

 

Só faltou trata-lo por “Sr. Aníbal”!

 

Não aprendi o Hino Nacional nos estádios de futebol, nem ponho a Bandeira Nacional à janela da minha casa. Deixo isso para os “Portugalistas“ por analogia com os Sportinguistas, Benfiquistas ou Portistas. Tive, durante a minha vida, o previlégio de outras maneiras de honrar essa Bandeira.

 

Adoro futebol! Mas também gosto das coisas no seu devido lugar.

 

Sonho com o sucesso da nossa Selecção!

 

Faço votos que a nossa Selecção ganhe àquelas cujos jogadores chegaram à concentração de táxi ou autocarro ou que não desfilaram de charrete.

 

P.S.: Que não se veja nas minhas palavras qualquer despeito por nunca ter sido convidado para Seleccionador Nacional

publicado por jpargana às 15:46

Também eu adoro futebol e fui uma das 60 mil que foram ao estádio da Luz para apoiar a nossa Selecção. Quando "pediram" para ir apoiar, láfui eu comprar o meu bilhete(e os dos meus)...sim, porque não foi oferecido...
Mas também eu fui uma das que saiu de lá zangada! Não assobiei, nunca assobio, mas não gosto de ser gozada e foi isso que aqueles meninos fizeram...gozaram connosco!
Se nos tivessem dito para irmos ao estádio ver uma passagem de modelos, ouvir umas cantigas, ou qualquer coisa do género, provalvelmente também teria ido e , provalvelmente, o estádiotambém estaria cheio.
Mas disseram-nos que era para ver a Selecção jogar e não foi isso que aconteceu! Ninguém da nossa Selecção jogou....e ainda sairam de lá amuados!!!
Também eu sonho com o sucesso da nossa Selecção, mas também sonho que nos respeitem!
Sofia a 8 de Junho de 2012 às 17:04

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



Este blog é uma colectânea de reflexões do autor sobre temas de interesse geral e da sociedade e ambiente que o rodeiam.
mais sobre mim
Junho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


links
pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO